Operação da Polícia Federal investiga venda de carne adulterada

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (17) a “Operação Carne Fraca” em sete estados brasileiros, que investiga fiscais agropecuários federais e empresários do agronegócio. De acordo com a PF, as Superintendências Regionais do Ministério da Pesca e Agricultura do Estado do Paraná, Minas Gerais e Goiás atuavam diretamente para proteger grupos empresariais em detrimento do interesse público.

Já os agentes públicos se utilizavam do poder de fiscalização do cargo, por meio do pagamento de propina, atuavam para facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização.

Segundo a investigação, frigoríficos e empresas do ramo alimentício atuavam fora da legislação, de acordo com interesses de grupos empresariais.

São cumpridos 309 mandados judiciais, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão, sendo esses em residências e locais de trabalho dos investigados e em empresas supostamente ligadas ao grupo criminoso. As ordens judiciais acontecem em sete estados: São Paulo, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás.

O nome da operação, “Carne Fraca”, vem da expressão popular de mesmo nome e da qualidade dos alimentos fornecidos ao consumidor por grandes empresas do ramo alimentício.



Categorias:Cidade, Geral, Paraná, Polícia

Tags:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: