Imagem: Museu Paranaense

É impossível falar de Curitiba, sem mencionar constantemente a vocação cultural da cidade, prova disso são os mais de 25 museus que exaltam todo tipo de atividade, espalhados pela cidade.

Há museus de arte como em qualquer cidade, mas por aqui há também museus que reverenciam o automóvel, o saneamento, a medicina, a botânica, a cultura egípcia entre outros.

O Museu Oscar Niemeyer é um dos mais visitados por curitibanos e turistas, conta mais de 30 mil visitas por mês. Seu acervo, abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional, com aproximadamente 7 mil obras nas áreas de artes visuais, arquitetura e design. É considerado o maior museu de arte da América Latina, com mais de 17 mil metros quadrados de área para exposições. No MON, o visitante pode contemplar obras de Teodoro de Bona, Miguel Bakum, Anita Malfati, Paul Garfunkel, Juarez Machado, Pablo Picasso e outra centena de mestres das artes plásticas, visuais, documentais, além do acervo de esculturas.

O Museu Paranaense foi criado pelo ervateiro Agostinho Ermelino de Leão e por José Candido Murici – médico que chegou a Curitiba em 1853 e foi nomeado Vacinador Provincial, o que hoje seria um Secretário de Saúde. Foi inaugurado em 1876, no Largo da Fonte, hoje Praça Zacarias. O início foi com um acervo de 600 peças, entre objetos, artefatos indígenas, moedas, pedras, insetos, pássaros e borboletas. O Museu Paranaense é o primeiro no Paraná e o terceiro no Brasil. Desde 1882 pertence ao Estado e atualmente conta com um acervo de aproximadamente 400 mil itens.