Foto: EBC
Terrazza Panorâmico

No mês de setembro o número de famílias com contas em atraso aumentou no Paraná, segundo informações da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, divulgadas nesta terça-feira (08) pela Fecomércio PR.

De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, o número de endividados com contas em atraso vem aumentando gradativamente nos últimos meses e atingiu a maior marca deste ano em setembro, chegando a 31%. As famílias que não terão condições de quitar as contas representaram 11% do total.

Por outro lado, o nível de endividamento das famílias segue estável no Paraná. Em setembro 91% dos paranaenses possuíam algum tipo de dívida. O cartão de crédito é o principal tipo de dívida, seguido pelo financiamento imobiliário e pelo financiamento de veículos.

A pesquisa aponta ainda que as famílias com renda superior a dez salários mínimos estavam mais endividadas do que as famílias com renda inferior a dez salários mínimos. Entre as classes A e B, 35% dos consumidores admitiram estar muito endividados. Já entre as classes C, D e E, este percentual foi de 28%.

Da redação