Foto: EBC

Foram adiadas para os dias 03 e 04 de dezembro as provas do Exame Nacional do Ensino Médio dos estudantes que fariam a prova em escolas ocupadas.

Os candidatos serão informados sobre as alterações por email e SMS. No Paraná 41 mil alunos terão as provas adiadas pelas ocupações.

A ampla maioria dos inscritos no Enem terá as provas mantidas para este fim de semana, dias 05 e 06 de novembro, mas em todo o país 191 mil alunos farão o exame com um mês de atraso.

A modificação afetará 2% dos candidatos e foi oficializada nesta terça-feira pelo instituto responsável pela realização do Enem, motivada pelas ocupações de colégios.

Em entrevista coletiva em Brasília, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, afirmou não haveria tempo hábil para uma mudança dos espaços. Segundo ela, alterações apressadas colocariam em risco a segurança do Enem e foram dificultadas pela volatilidade do movimento.

No total, 304 locais de prova são afetados em todo o país, 74 deles no Paraná, onde 41.168 estudantes fariam o Exame Nacional do Ensino Médio nos próximos dias.

Apesar do adiamento, a presidente do Inep garante que não haverá prejuízos para esses alunos afetados.

De acordo com o Inep, as provas a serem aplicadas em dezembro terão questões novas, mas serão do mesmo modelo e terão o mesmo nível de dificuldade daquela que será resolvida neste fim de semana pelos candidatos.

Por hora não há confirmação sobre qual é o custo adicional para a realização de mais essa etapa do Enem e também não há movimentações específicas com Inep ou do MEC para responsabilizações.

Os inscritos no Enem que foram impactados pelas ocupações serão avisados pelo Inep por meio de SMS e e-mail. A divulgação das informações também consta do site da instituição, o portal.inep.gov.br e possível entrar em contato por telefone em caso de dúvidas, o número é o 0800 616161.

Repórter Cristina Seciuk

Deixe uma mensagem