Foto: Agência Brasil / arquivo
Terrazza Panorâmico

O mini-documentário “Eu vejo flores” sobre a vida das mulheres após o cárcere, produzido aqui em Curitiba foi exibido na semana passada na “4ª Mostra de Cinema da Mulher”, em São Paulo. Sobre este assunto, recebemos no estúdio da CBN Curitiba, a fundadora do Instituto Aurora, mestre em direitos humanos e políticas públicas, Michele Bravos.

Ouça a entrevista completa: