Ação interdita 11 estabelecimentos em Curitiba

Ação interdita 11 estabelecimentos em Curitiba
(Foto: Ricardo Marajó / SMCS)

Neste fim de semana, entre sexta-feira (08) e domingo (10), a força-tarefa integrada entre Prefeitura de Curitiba e Governo do Estado fiscalizou 31 estabelecimentos comerciais em diferentes bairros da cidade.

A medida é focada especificamente no cumprimento dos protocolos de prevenção ao novo coronavírus, e à lei municipal que pune pessoas e empresas que descumprirem as medidas restritivas necessárias para o enfrentamento da disseminação da Covid-19, como aglomeração, falta de máscara e outros protocolos de controle da doença.

Durante a ação, 11 estabelecimentos foram interditados e 15 autos de infração expedidos. Também foram aplicadas cinco notificações para estabelecimentos que descumpriram a resolução 01/2020 e quatro notificações por comércio irregular.

Tiveram as atividades paralisadas e foram multados os seguintes estabelecimentos:

Um bar e lanchonete no Boqueirão foi autuado por aglomeração, com multa de R$ 5.000; Um bar e lanchonete no Xaxim, multado em R$ 5.000, por desenvolver atividade após o horário; Um bar e boate no Bairro alto, autuado por atividade de bar, com multa R$ 5.000.

Também foi notificado um bar e boate no São Braz, por não controlar o uso de máscaras, com multa de R$1.550 e ainda autuado e por aglomeração, infração no valor de R$ 5.000.

Já um restaurante no Cabral foi autuado por desenvolver atividade após o horário, com multa de R$ 5.000. Outro bar, restaurante e lanchonete na Vila Izabel, notificado por aglomeração, com multa de R$ 5.000, e ainda multado com mais R$ 5.000 por desenvolver atividade de bar.

No bairro Jardim das Américas uma lanchonete foi autuada por descumprir horário de funcionamento, com multa de R$ 5.000, e ainda notificada por não controlar o uso de máscaras, infração no valor de R$ 550.

Uma tabacaria no Boqueirão também foi autuada neste fim de semana, por permitir o consumo de narguilé. O valor da multa é de R$ 5.000.

No mesmo bairro um restaurante foi notificado por descumprir horário de funcionamento, com multa de R$ 5.000.

No Bigorrilho, uma sorveteria foi multada em R$ 5.000, por descumprir modalidade de atendimento.

E ainda neste fim de semana, uma casa de festas e eventos no bairro Augusta foi multada em R$ 50.000 por promover eventos em massa, e ainda em mais R$ 50.000, por participar de atividades ou reuniões que geram aglomeração de pessoas.

Repórter Grasiani Jacomini com assessoria