Foto: Divulgação IAP
Terrazza Panorâmico

O resgate aéreo a uma adolescente de 15 anos, que se feriu em uma das trilhas do Parque Estadual do Pico do Marumbi, neste sábado (16), terminou apenas no dia seguinte, por conta das más condições climáticas na Serra do Mar. Assim, a jovem e outras sete pessoas foram forçadas a pernoitar no local. No domingo (17) à tarde, por volta das 13h30, o helicóptero do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST), do Corpo de Bombeiros, conseguiu levantar voo em segurança e fez o transporte da garota até o Hospital do Trabalhador, em Curitiba, como conta o tenente Luiz Henrique Vojchiechovski.

A equipe foi acionada na tarde de sábado, para prestar atendimento a uma garota que sofreu uma queda e ficou ferida, enquanto explorava o local, acompanhada de um grupo de cerca de 40 pessoas. Após o acidente, com a chegada de dois voluntários do Corpo de Socorro em Montanha (COSMO), o restante do grupo desceu até a base do pico. Segundo o tenente Vojchiechovski, a vítima caiu de uma altura de cinco a seis metros.    

Esta situação, como explica o tenente, é mais comum do que possa parecer.

No entanto, a última ocorrência parecida, em que vítima e integrantes da equipe de resgate tiveram que permanecer no local até o dia seguinte, havia sido registrada há alguns meses.

Repórter Marcelo Ricetti