Foto: Arquivo / EBC
Terrazza Panorâmico

Dois agentes penitenciários ficaram feridos, no fim da manhã desta sexta-feira (16), durante uma tentativa de rebelião no Complexo Médico Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A prisão também abriga presos da Operação Lava Jato.

De acordo com o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR), durante a retirada de um detento para atendimento médico, houve uma tentativa dos presos da 3ª galeria do CMP de fazer um agente penitenciário como refém. No entanto, segundo o Depen, a situação foi controlada rapidamente e, neste momento, a unidade está estabilizada.

Um agente penitenciário teve escoriações leves e foi encaminhado para atendimento médico dentro do próprio CMP. Outro agente, que também estava no local, foi ferido, atendido e passa bem, conforme o Depen.
De acordo com o Conselho da Comunidade, os presos estariam reclamando de superlotação. Já o Depen informa que a galeria em questão não está superlotada.

Os detentos da Lava Jato ficam em outra ala. Em maio deste ano, um grupo de 38 presos, incluindo todos os réus da Lava Jato, foi transferido para um novo espaço dentro do CMP, onde antes funcionava o antigo hospital penal.

Repórter Francielly Azevedo