Foto: Nani Gois/Alep

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou nesta segunda-feira (22), em votação no Plenário, o projeto que trata do pagamento de honorários para procuradores do Estado que atuam em negociações de dívidas tributárias. Para reduzir a taxa dos 10% cobrados atualmente, foram apresentadas duas emendas. Uma, pelo governo do Estado, que fixaria em 5% esta participação. E a vencedora, que estabelece em 2%, proposta pelo relator da matéria, deputado Tiago Amaral (PSB).

O deputado Tiago Amaral também propôs a prorrogação do prazo para aderir ao REFIS, que, em princípio, terminaria nesta quarta-feira, dia 24. A nova forma de pagamento tem como reflexo a geração de empregos.

Repórter Marcelo Ricetti