O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná falou no início da sessão desta terça-feira (29) sobre a tragédia envolvendo a delegação do Chapecoense.

O deputado Ademar Traiano (PSDB) disse estar chocado com o acidente aéreo. Entre as vítimas citadas pelo parlamentar, está o treinador do time catarinense, Caio Júnior, nascido em Cascavel.

Traiano já havia se manifestado por nota, no site do Legislativo: “O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, em nome de toda Casa, vem manifestar o mais profundo pesar pela tragédia que atingiu o time de futebol, a população de Chapecó e região e todo o país nesta madrugada.”

O chefe do Legislativo lembrou de vítimas nascidas ou com histórias ligadas ao Paraná (13 no total) e também da decisão da Copa Sul-americana que aconteceria no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. “Vários vínculos que só aumentam o pesar”, declarou o presidente.

“Nossas condolências vão também para as famílias dos jornalistas, dirigentes e tripulantes à bordo” é a frase que encerra o comunicado oficial da Assembleia Legislativa.

A Casa de Leis encaminhará um voto de pesar à Associação Chapecoense de Futebol que se estende aos parentes das vítimas, informou Ademar Traiano.

Um dos deputados propôs um minuto de silêncio durante a sessão desta terça-feira em razão da tragédia.

Repórter Andressa Tavares

Deixe uma mensagem