Foto: Pixabay
Terrazza Panorâmico

Você já pensou em ter uma assistente virtual no seu negócio? Uma forma de fazer cobranças, balanços financeiros, organizar agenda de atendimentos e outras tarefas necessárias do dia a dia de uma empresa, mas sem ter alguém no seu escritório?

Pois é, essa foi a ideia da empresária Camile de Araújo Justi. Ela largou a gerência de varejo de uma empresa para se dedicar a um serviço que ela considera ser um caminho para médios e pequenos empresários.

Desde 2015, Camile se dedica na prestação de serviços para profissionais das mais diferentes áreas e na maioria das vezes autônomos como advogados, nutricionistas, personal trainers, etc.

A curitibana parou de trabalhar localmente para uma empresa e agora faz atendimentos no Brasil inteiro. Ela acredita que o trabalho que ela oferece deixa o profissional mais focado no que realmente ele precisa para fazer o negócio crescer.

O negócio da Camile deu tão certo que ela faz treinamentos para profissionais de todo o país que também pretendem prestar o serviço de secretária virtual, ou melhor, assistente virtual como ela gosta de chamar. A empresária acredita que esse é um caminho sem volta no mercado de trabalho.

O custo varia de acordo com a necessidade de cada profissional, mas a partir de R$ 200 mensais já é possível contar com o auxílio de uma assistente virtual no seu negócio.

Repórter William Bittar