Foto: Divulgação

Uma criança de quatro anos caiu em uma piscina e se afogou em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. O acidente foi nesta terça-feira (26). A menina foi socorrida pelo Siate e encaminhada em estado grave ao hospital, onde continua internada. Ela passava as férias na casa de parentes.

Psicinas, praias, rios. O risco de afogamentos aumenta e muito nessa época do ano. De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros Thiago Schinzel, quando a criança é pequena os pais devem entrar junto na água.

Muitos pais colocam uma boia no filho e acham que ele está seguro. Não é bem assim.

Nas praias, as crianças devem andar com a pulseirinha.

Outro detalhe importante: não deixe a criança entrar na água de barriga cheia! Quando fazemos uma refeição, o organismo passa a dar prioridade para a digestão. Se nesse momento a pessoa realizar alguma atividade física intensa, os músculos vão passar a requerer mais sangue para supri-los de oxigênio, o que pode atrapalhar o processo digestivo e fazer a criança passar mal. Como consequência, o risco de afogamento aumenta.

Repórter Lucian Pichetti

Deixe uma mensagem