Foto: Reprodução/EBC

O novo diretor-geral da Itaipu Binacional é o general Joaquim Silva e Luna. O nome consta no decreto publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (21). Também foi nomeado o diretor financeiro executivo da empresa, vice-almirante Anatalício Risden Júnior. Eles substituem Marcos Vitório Stamm e Mário Antonio Cecato.

A data da posse e o local da solenidade de transmissão de cargo ainda não foram definidos. O mandato tem validade até 16 de maio de 2022.

Silva e Luna é de Pernambuco e tem 69 anos. É ex-ministro da Defesa e general de exército da reserva. É o terceiro diretor com formação militar a ficar à frente da condução do lado brasileiro da empresa. Ele esteve à frente do Ministério da Defesa de 27 de fevereiro de 2018 a dezembro do mesmo ano e foi o primeiro militar a comandar a pasta. Ele é doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (1987/88), mestre em Operações Militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (1981) e pós-graduado em Política, Estratégia e Alta Administração do Exército na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (1998) e em Projetos e Análise de Sistemas pela Universidade de Brasília (1995).

O último militar brasileiro a dirigir Itaipu, de 1985 a 1990, foi Ney Braga, que foi deputado federal, senador, governador do estado do Paraná e prefeito de Curitiba. Ele foi precedido pelo general de exército José Costa Cavalcanti, o primeiro diretor-geral brasileiro de Itaipu (1974-1985), que participou de todo o processo de construção da usina.

Da Redação com Assessoria de Comunicação