Campanha de conscientização do Detran PR usa figura da morte para alertar motoristas sobre beber e dirigir

0
563
Terrazza Panorâmico

Em um vídeo lançado pelas redes sociais, o Departamento de Trânsito do Paraná, o Detran, convidou uma personagem bastante sinistra para alertar motoristas sobre os riscos de combinar bebida alcoólica e direção.

O vídeo é chamado “Bilhetes da Morte”.

Neste vídeo, foram usadas câmeras escondidas para filmar a reação de pessoas em um bar ao receber um recado, e alerta, da própria Morte. Um ator, vestido todo de preto e com uma foice na mão, manda os bilhetes para as pessoas que estão nas mesas, com recados como:

“Bebeu? Quer ir embora comigo?”; “Se não for embora de táxi, te pego lá fora”; “Vai dirigir depois de beber? Te encontro no primeiro semáforo”, perguntam os bilhetes.

Depois que as pessoas recebem o bilhete, o garçom revela a identidade de quem os enviou. No caso, a morte. E aí vem a resposta dos freqüentadores do bar.

O vídeo, produzido por meio da Secretaria de Estado da Comunicação, faz parte das ações do Movimento Maio Amarelo e está disponível na página www.facebook.com/DetranPR e também no site do Detran. O Maio Amarelo, lembrando, é um movimento que busca alertar exatamente para o alto número de acidentes, com mortos e feridos no trânsito em todo o país.

No Brasil mais da metade das mortes no trânsito são causadas pelo consumo de álcool. Segundo a Associação Brasileira de Estudos de Álcool e Outras Drogas (Abead) em 61% dos acidentes de trânsito registrados no país, o condutor havia ingerido bebida alcoólica. Entre os casos fatais, o índice sobe para 75%.

No Paraná, dirigir sob influência do álcool ou embriagado corresponde a 10% dos acidentes com mortes nas rodovias federais. Um levantamento da Polícia Rodoviária Federal revela que essa é quarta maior causa de acidentes no Estado, ficando atrás apenas de excesso de velocidade, com 31,2%, falta de atenção, 28,5%, e desobediência a sinalização (11,2%).

Assim termina o vídeo da campanha do Detran, com os bilhetes da morte.

Deixe uma mensagem