Foto: Divulgação/SMCS
Terrazza Panorâmico

Um carro com mais de R$ 430 mil em multas atrasadas e outros débitos foi recolhido por agentes da Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba (Setran), ao estar estacionado na Rua Riachuelo, no Centro da cidade. Esse é o recorde em quantidade de débitos de trânsito de um carro recolhido em Curitiba.

O veículo, uma picape, é avaliado em R$ 15 mil e foi levado ao pátio da Setran após os agentes constatarem que ele estava em situação irregular durante uma fiscalização de rotina.

Segundo a Setran, o carro está registrado em nome de uma empresa. Além de multas, o veículo tinha pendências de Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), taxa de licenciamento e seguro obrigatório.

O diretor de Fiscalização da Setran, Wagnelson de Oliveira, fala que o proprietário pode retirar o veículo, mas precisa pagar os débitos e o custo das diárias relativas ao período em que o carro permanecer no pátio.

Apesar do direito da retirada, isso não deve acontecer uma vez que o valor da dívida é quase 30 vezes maior do que o valor de mercado da picape.

Dessa forma, a probabilidade maior é de que o veículo seja levado a leilão. O prazo é de 80 dias a partir do recolhimento ao pátio.

Na mesma ação de fiscalização, foi identificada uma motocicleta furtada. Ela estava com dois adolescentes e foi entregue à Polícia Militar.

Para conferir a entrevista com Wagnelson de Oliveira na íntegra, clique aqui.

Repórter William Bittar