Foto: Divulgação
Terrazza Panorâmico

Com o tempo seco e a queda nas temperaturas aumentam os casos de doenças pulmonares, em especial a bronquite. Ela é caracterizada pelo processo inflamatório dos brônquios, que são as estruturas que levam o ar para os pulmões.

Os principais sintomas são tosse com produção de muco, chiado no peito e falta de ar.

Segundo o médico pneumologista, Jonatas Reichert, no começo pode ser difícil para o médico determinar a causa, porque os sintomas iniciais da bronquite são muito parecidos com os da gripe.

A bronquite mais comum é a aguda, que pode vir acompanhada de gripe ou outro problema respiratório. Quando as crises são frequentes, o paciente pode estar com um quadro crônico.

Idosos e crianças pequenas têm mais risco de ter bronquite. Fumo, imunidade baixa e exposição a poluentes ambientais e químicos são fatores de risco para o aparecimento da doença.

Somente um médico pode dizer qual o tratamento mais indicado para cada caso.