Categorias: Geral JORNALISMO

Chuva coloca litoral do PR em alerta

O grande volume de chuvas que cai sobre o Litoral do Paraná desde o início da semana, que supera a média para o mês em várias estações pluviométricas do Simepar, colocou em alerta a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil.

Nesta sexta-feira (22), uma equipe de geólogos do órgão se deslocou para a região, com o apoio de uma aeronave da Polícia Civil, para sobrevoar áreas de encosta e identificar potenciais riscos de deslizamentos e outros movimentos de massa. O monitoramento também está sendo feito a partir do Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres, o Cegerd, que se comunica diretamente com os municípios e as regionais de todo o Estado.

O Cegerd acompanha as informações do Simepar e outras instituições de meteorologia para emitir alertas para situações que tem potencial para causar desastres. Além disso, as equipes locais do Corpo de Bombeiros, da Coordenadoria Regional da Defesa Civil e Defesas Civis Municipais também acompanham e atendem situações pontuais no Litoral, mas ressaltam que não houve vítimas das ocorrências.

No mês passado, os geólogos da Defesa Civil já tinham feito um sobrevoo pelo Litoral para monitorar as áreas de encosta, já que a região é uma das mais sensíveis do Estado, principalmente durante o verão, que é historicamente uma estação mais chuvosa. Em março, completam-se 10 anos do maior desastre socioambiental que atingiu a região, deixando muitos estragos principalmente no município de Morretes.

Outra área observada foi em Guaratuba, próximo a um dos trechos que dá acesso ao ferry-boat. Houve um deslizamento na Rua Capitão João Pedro na madrugada desta sexta-feira e a via precisou ser fechada. Ninguém ficou ferido e a prefeitura ficou responsável pela limpeza do local.

As chuvas devem continuar neste sábado (23) e domingo (24), segundo o Simepar. A região inclusive está no alerta laranja do Instituto Nacional de Meteorologia para tempestades.

A orientação é para que as pessoas que vivem próximas a áreas de risco, como encostas ou rios, monitorem a região. Se verificarem a possibilidade de ocorrência de um desastre, devem procurar um local seguro e acionar a Defesa Civil Municipal ou o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193.

Matinhos e Paranaguá

Os acumulados de chuvas intensificaram-se expressivamente, de sexta para sábado, em determinadas regiões do litoral do Paraná, com destaque às comunidades de Morro Inglês, Alexandra, Santa Cruz e Floresta, todas no município de Paranaguá. De acordo com dados da Defesa Civil, no Morro Inglês o acumulado foi de 202 mm; na BR 227, km 10, 252 mm, em Paranaguá 151,8 mm, em Guaraqueçaba 104 mm e na comunidade de Floresta, 100 mm em 24 horas.

Equipes do Corpo de Bombeiros e das Coordenadoria Municipais de Proteção e Defesa Civil foram às comunidades de Morro Inglês, Santa Cruz e Floresta, sendo constatados locais com alagamento, contudo não foram detectadas residências sujeitas a deslizamentos, até o momento.

Foram atendidas cinco chamadas para ocorrências de alagamento em Paranaguá, com orientações nas regiões da Vila dos Comerciários, do Rio Vermelho e em Alexandra, maior ponto de alagamento/inundação. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil fizeram a retirada das pessoas de suas residências com o uso de um bote, tendo em vista que o nível do rio estava bastante alto e o acesso mais seguro foi com a embarcação a remo.
Em Paranaguá, uma pessoa ficou desabrigada, sendo encaminhado pela Defesa Civil Municipal a abrigo.


Em outras cidades do litoral, como Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná, houve a informação de áreas alagadas, nas quais o Corpo de Bombeiros atuou com o auxílio na remoção de pessoas de residências para outras que não estavam alagadas/inundadas. Foram, também, realizadas orientações aos moradores da região.

O Corpo de Bombeiros não recebeu informações de vítimas que tenham se ferido em virtude das chuvas e nem registrou casos graves em virtude das chuvas no litoral.

Da Redação com Assessoria de Comunicação

Essa postagem foi modificada em 23 de janeiro de 2021 08:04

Compartilhar
Tags: chuva defesa civil Paraná

Esse Aceite utiliza Cookies