Terrazza Panorâmico

O Athletico empatou com o Palmeiras, por 1 a 1, neste domingo (20), na Arena da Baixada, pela Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado frustrou a torcida rubro-negra paranaense, mas alegrou outro rubro-negro, o Flamengo, líder da competição e agora com dez pontos de vantagem (64 a 54) sobre o Palmeiras na disputa pelo título, à onze rodadas do final. Com 39 pontos, o campeão da Copa do Brasil se manteve em nono lugar no Brasileiro.

Os dois gols aconteceram no primeiro tempo. Aos seis minutos, Marcelo Cirino marcou para o time paranaense, de cabeça, após um cruzamento do lateral-esquerdo Adriano. Aos 40, a jogada começou no lado direito, com um passe de Willian para o chute de Deyverson dentro da área. Na segunda etapa, embora tenha criado mais chances do que o adversário, a equipe local não conseguiu superar o goleiro Weverton.

Marcelo Ciirino marcou oito gols nesta temporada, sendo três de um mês para cá, nas vitórias sobre Fortaleza (4 a 1) e Bahia (2 a 1) e no empate deste domingo. No entanto, o lance que mais marcou a reação deste atacante de 27 anos, muito criticado na maior parte do ano, aconteceu na final da Copa do Brasil, em Porto Alegre, quando passou por dois jogadores do Internacional (Rafael Sobis e Edenílson, colocando a bola entre as pernas deste último) antes de tocar para Rony fazer o gol do título.

No próximo domingo (27), o Athletico também vai jogar na Arena da Baixada, contra o Goiás, às 16h. Para esta partida, é esperada a recuperação do goleiro Santos, que sentiu torcicolo durante o aquecimento. Léo foi o goleiro rubro-negro neste empate.

(Ayrton Baptista Junior)