Foto: Ivan Storti/Santos FC.
Terrazza Panorâmico

Com uma formação reserva porque prioriza a decisão da Copa do Brasil, o Athletico empatou neste domingo com o Santos, por 1 a 1, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O final da partida na Vila Belmiro, em Santos, gerou muita queixa da equipe paranaense, que considerou falta fora da área o lance em que o árbitro Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ) marcou pênalti para o time local, após consultar o vídeo. Antes de recorrer ao vídeo, Carvalhaes chegou a apontar falta fora da área. Na cobrança, o meia uruguaio Carlos Sánchez fez o gol do Santos, segundo colocado, com 37 pontos. O líder Flamengo tem 39.

Um destaque da partida foi o goleiro atleticano Léo, que evitou outros gols no segundo tempo. No primeiro, o Athletico abriu o placar aos 41 minutos, através do atacante argentino Braian Romero, que finalizou no lado direito da área uma jogada da qual também participaram Thonny Anderson, Lucho González e Vitinho, que iniciou a trama pelo lado esquerdo do ataque.

Após o gol santista, houve uma discussão entre o preparador físico Pablo Fernandez, do Santos, e o técnico Tiago Nunes, do Athletico. Tiago levou cartão amarelo e Pablo foi expulso.

Com este empate, o Athletico fechou a 18ª rodada em nono lugar, com 26 pontos. Agora, a equipe de Tiago Nunes se concentra para o primeiro confronto da decisão da Copa do Brasil, contra o Internacional, quarta-feira (11), às 21h30, na Arena da Baixada.