Foto: Divulgação

Depois de bater recorde de temperatura, com termômetros beirando os 36 graus nos últimos dias de janeiro, o calorão deu uma trégua em Curitiba neste início de semana. De acordo com o Simepar, fazia quase dois meses que o amanhecer não era tão fresco: termômetros abaixo dos 14 graus desta segunda-feira (04) só foram registrados em 10 de dezembro, quando a mínima foi de 13,1ºC.

A cidade já amanheceu cinzenta e chuvosa no domingo, garantindo um refresco aos curitibanos mais incomodados com o período de calor.

Entre os amantes do friozinho está, ao que parece, o prefeito Rafael Greca, que colocou em seu Facebook duas postagens celebrando a queda das temperaturas. Numa delas, afirma: “entre 16 e 19 graus centígrados nossa alma respira, o coração curitibano pulsa aliviado, o sono poderá vir sem rumores de ar condicionado”.

As comemorações, entretanto, não são unanimidade. Tem quem já espere uma nova virada de tempo.

Além de mínimas mais amenas, a previsão é de que até a quarta-feira (06) as máximas também não se alterem muito, com elevação gradual a partir de então até o final de semana, quando o verão curitibano deve voltar a viver tardes de trinta graus conforme prevê o Simepar.

Repórter Cristina Seciuk