Foto: William Bittar

A Comissão de Direitos Humanos do Senado vai visitar o ex-presidente Lula nesta terça-feira (17). Em despacho, a juíza da 2ª Vara Federal de Curitiba, Carolina Lebbos, definiu que a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba e o Ministério Público Federal sejam informados sobre a diligência a ser realizada.

No documento, a juíza afirma que concede a decisão embora não tenha chegado ao conhecimento do Juízo qualquer informação sobre violação a direitos de pessoas custodiadas na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba e apesar de detalhes sobre a motivação da diligência não terem sido apresentados no ofício.

O colegiado do Senado aprovou a realização da agenda na última quarta-feira (11) a fim de verificar as condições de encarceramento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dos demais presos da PF. Vale ressaltar, Lula permanece preso em uma “sala de estado maior”, conforme definido na ordem de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro, separado da carceragem da sede.

Ainda no despacho, a juíza cobrou que Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa do Senado Federal envie a relação de parlamentares que pretendem realizar a diligência, como medida de segurança e para garantir o funcionamento normal da superintendência.

Conforme relação divulgada pelo Partido dos Trabalhadores, treze senadores de diversas legendas confirmaram a vinda a Curitiba, entre titulares e suplentes do colegiado.

Repórter Cristina Seciuk

Deixe seu comentário