Terrazza Panorâmico

A preservação dos rios começa com pequenas atitudes diárias, que fazem toda a diferença. Fazer a separação correta do lixo facilita o processo de reaproveitamento dos resíduos sólidos e a reciclagem diminui as retiradas de matéria-prima da natureza, gera economia de água e energia, além de ser fonte de renda para os catadores.

O empresário Eduardo Otto Wuff é síndico de um condomínio no bairro Barreirinha, em Curitiba. Ele revela a preocupação de que muitos moradores não sabem separar o lixo.

Ele faz parte do comitê criado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Curitiba para auxiliar moradores da região e fiscalizar o rio que passa próximo de onde ele mora.

O empresário lembra que a população precisa agir de maneira efetiva e se conscientizar da importância da água em nossas vidas.

Segundo a última pesquisa Nacional de Saneamento Básico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são recolhidas no Brasil cerca de 180 mil toneladas diárias de resíduos sólidos e mais da metade desses resíduos é jogado, sem qualquer tratamento por parte da população.

Repórter William Bittar