Foto: Cesar Brustolin/SMCS
Terrazza Panorâmico

Os vários países e continentes que compõem a cidade de Curitiba, podem muito bem ser observados nas inúmeras e diferentes igrejas e casas religiosas que compõem a nossa paisagem nos mais diferentes bairros.

A presença dos imigrantes alemães é comprovada pela instalação da Igreja Luterana na Rua Trajano Reis e na Igreja Presbiteriana na Rua Comendador Araújo. A comunidade alemã se formou no entorno das igrejas. As casas alemãs se expandiram pelo São Francisco, parte do Batel, e região central entre o Largo da Ordem e a Praça Tiradentes.

Outro grupo de imigrantes muito religiosos foram os Ucranianos. Assim como os alemães a comunidade cresceu ao redor da igreja, e também das sociedades culturais. Os ucranianos em Curitiba têm sua religiosidade representada pela igreja de Nossa Senhora Auxiliadora que fica na Rua Martim Afonso, no Bigorrilho, que à época da chegada dos imigrantes foi batizada de Largo da Galícia.

A comunidade árabe que escolheu Curitiba para viver, também tem sua religiosidade bem representada, tanto com o templo islâmico Ali ibn Abi Talib como na igreja ortodoxa São Jorge.

A comunidade polonesa, originária do maior país católico do mundo, preserva até hoje a tradição católica cristã. Igreja que representa a tradição polonesa em Curitiba é a de São Estanislau na Rua Emiliano Perneta.