Categorias: CBN DESTAQUE Geral JORNALISMO Paraná

Confirmadas três mortes de macacos por febre amarela no PR

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirmou a morte de três macacos por febre amarela. Os registros aconteceram no município de Coronel Domingos Soares, na região Sudoeste do Paraná. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (25).

Segundo a secretaria, estas são as primeiras confirmações de mortes de macacos por febre amarela no atual período epidemiológico. O período de monitoramento teve início em 1º de julho.

O Informe Epidemiológico da Sesa divulgado nesta quarta-feira traz ainda 65 notificações sobre mortes de macacos no Paraná, em 16 municípios. Destas, 30 já foram descartadas, 27 encaminhadas como causas indeterminadas e cinco seguem em investigação, além das três confirmadas como mortes por febre amarela.

Os casos em investigação aconteceram em Cruz Machado, no Sul do Estado; Clevelândia, no Sudoeste; Assis Chateaubriand, no Oeste.

A secretaria reforça que os macacos não transmitem a febre amarela. Os animais também são infectados após serem picados pelo mosquito contaminado com o vírus e morrem em consequência da doença. A mortalidade dos macacos indica a circulação de vírus da febre amarela silvestre naquela região.

Até o momento não foi confirmado nenhum caso humano de febre amarela no Paraná. Houve dez notificações, das quais nove foram descartadas e um caso segue em investigação, no município de Curitiba.

A Secretaria de Estado da Saúde reforça que a forma efetiva de prevenção da febre amarela é a vacina. Desde julho de 2018, todos os municípios do Paraná passaram a ser área com recomendação vacinal devido à circulação do vírus da febre amarela.

A secretaria reforça a orientação para a vacinação contra a febre amarela na faixa etária entre nove meses a 59 anos 11 meses e 29 dias na rotina de vacinação, nas unidades básicas de saúde.

Da Redação, com informações da AEN

Essa postagem foi modificada em 25 de novembro de 2020 18:28

Compartilhar
Tags: confirmada febre amarela macacos mortes SESA

Esse Aceite utiliza Cookies