Coritiba perde em Santos e é rebaixado pela 4ª vez desde 2005

Coritiba perde em Santos e é rebaixado pela 4ª vez desde 2005

O Coritiba está rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, mesmo tendo mais três partidas para disputar na Série A de 2020. A queda foi decretada neste sábado (13) com um derrota para o Santos, por 2 a 0, no estádio da Vila Belmiro, em Santos.

Foi o quarto descenso sofrido pelo alviverde paranaense, da Série A para a Série B, em um período de dezesseis temporadas. Nos anteriores (2005, 2009 e 2017), o rebaixamento só aconteceu na última rodada. E pela primeira vez houve um bate-e-volta do Coritiba entre as duas divisões: o acesso mais recente foi conquistado em 2019. Ou seja, desta vez, a permanência na elite durou apenas uma temporada.

No jogo desta noite, o Santos teve mais posse de bola e definiu com uma “cavadinha” do atacante Marinho, da meia-lua, aos 36 minutos do primeiro tempo. Depois do intervalo, o Coritiba teve ótima chance para empatar, logo no primeiro lance, quando um disparo do meia Mattheus Oliveira terminou no travessão depois que a bola foi espalmada pelo goleiro João Paulo.

Substituto de Wilson, que cumpriu suspensão nesta rodada, o goleiro Arthur, de 24 anos, estreou no time principal com três boas defesas. No segundo tempo, o goleiro revelado nas categorias de base do Coritiba evitou no canto baixo direito dois gols do meia Jean Mota. Porém, aos 37, Arthur tentou impedir um cabeceio do zagueiro Laércio, mas o adversário ganhou a disputa e, também de cabeça, o atacante Marcos Leonardo selou a vitória santista.

Oitavo colocado na Série A, o Santos não teve desfalques neste sábado, ao contrário do Coritiba, que não contou com seis titulares: o lateral-direito Natanael e o volante Matheus Galdezani foram vetados pelo departamento médico; o zagueiro Sabino não jogou devido à uma cláusula contratual (pertence ao Santos, que o emprestou ao clube paranaense); Wilson, o zagueiro Rhodolfo e o atacante Rafinha cumpriram suspensão.

Apenas para cumprir tabela, a equipe paranaense vai receber o Palmeiras na próxima quarta-feira (17), às 19h30, no Estádio Couto Pereira. Mesma que vença as três partidas restantes (contra Palmeiras, Ceará e Atlético Goianiense), o Coritiba só pode chegar a 37 pontos. Hoje, o Bahia, que é o primeiro time acima da zona de rebaixamento, já tem 38.

O desempenho alviverde melhorou com a chegada do técnico Gustavo Morínigo, contratado em janeiro depois que Renato Follador assumiu a presidência, mas não foi suficiente para evitar a queda. Até aqui, o aproveitamento é de 33% desde a vinda de Morínigo (uma vitória, quatro empates e duas derrotas) e de 26% na classificação geral.

CAMPEONATO BRASILEIRO – Série A

36ª Rodada

Sábado, 13/2 – Vila Belmiro, em Santos – 19h

SANTOS 2 x 0 CORITIBA

Gols: Marinho aos 36 minutos do 1º tempo e Marcos Leonardo aos 37 do 2º

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo, com Michael Correia e Thiago Henrique Neto Correa Farinha, todos do Rio de Janeiro

Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá, do Rio de Janeiro

Cartões amarelos: Guilherme Biro, Robson, Nathan Ribeiro e Hugo Moura (Coritiba)

Santos: João Paulo; Pará, Laércio (Ivonei), Luan Peres e Felipe Jonathan; Alison, Sandry (Vinícius Baliero) e Lucas Braga (Jean Motta); Marinho (Ângelo), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Soteldo; técnico: Cuca.

Coritiba: Arthur; Jonathan, Nathan Ribeiro, Nathan Silva e Guilherme Biro (Ângelo); Hugo Moura, Matheus Bueno (Nathan), Luiz Henrique (Mattheus Oliveira) e Sarrafiore (Robson); Neílton e Ricardo Oliveira (Brayan Lucumí); técnico: Gustavo Morínigo.