Foto: Divulgação/AEN

Na manhã desta quinta-feira (24), a guarnição do Corpo de Bombeiros da Base Náutica, com o bote inflável de salvamento, localizou o corpo do homem, de 39 anos, que desapareceu após entrar no mar, na praia de Guaratuba, no Litoral do Paraná, para socorrer a filha de seis anos que estava sendo levada pela correnteza.

Segundo o Corpo de Bombeiros, na tarde desta quarta-feira (23), a menina estava em um banco de areia, com bóias no braço, quando começou a ser levada pela água para o fundo do mar. O pai percebeu a situação e entrou na água para resgatá-la.

Com a ajuda de outros banhistas, ela conseguiu ser retirada do mar sem se afogar, mas o pai desapareceu durante o resgate.

O caso aconteceu na Prainha, próximo à saída do ferry-boat que liga Guaratuba a Matinhos. O corpo dele foi localizado cerca de 300 metros de onde teria desaparecido.

Em entrevista à CBN Curitiba, a tenente do Corpo de Bombeiros, Ana Paula, responsável pelas ações da Operação Verão deste ano, lembra que os banhistas precisam sempre procurar pontos onde estão os guarda-vidas para que a diversão não seja trocada por situações de risco.

Desde o início da Operação Verão 2018/2019, doze pessoas já morreram por conta de afogamentos no Litoral do estado, o número é o dobro do que o registrado no mesmo período da operação anterior, quando seis pessoas morreram.

Além disso, segundo o balanço de um mês da força-tarefa das polícias Civil e Militar, foram realizadas mais de 70 mil orientações e advertências por guarda-vidas nas praias do estado neste período.

Repórter William Bittar