greve-correios
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Terrazza Panorâmico

O Sindicato dos Trabalhadores dos Correios destacou nesta quinta-feira (12) que a adesão dos trabalhadores à paralisação promovida desde esta quarta-feira chegou a números entre 60 e 65% em todo o Paraná.

Por outro lado, em nota, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ressalta que embora nesta quinta-feira ainda não possua números atualizados, confirma que 82% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente, e no Paraná este índice chega a 86,69%.

Os funcionários pedem reajuste salarial com reposição da inflação do período, de 3,25% do INPC, e protestam contra cortes de direitos.

De acordo com o sindicato, até o momento, a única proposta para a categoria foi um reajuste de 0,8%. Além disso, a empresa não recebe os trabalhadores para negociar há 40 dias. A secretária de comunicação do sindicato dos trabalhadores nos correios Silvana Silva Mendes de Souza destaca a dificuldade de negociação dos trabalhadores com a empresa.

Além da manutenção de direitos e reajuste, os trabalhadores dos correios, com a possibilidade de privatização da empresa, desejam um canal aberto para discutir a importância dos Correios para a sociedade.

Em nota, os Correios afirmou que aguarda uma solução que não comprometa ainda mais a situação financeira da empresa, e que ingressou com o dissídio coletivo junto ao Tribunal Superior do Trabalhos (TST).

Como ficam os serviços?

A nota ressalta que não há suspensão de nenhum serviço da empresa, e que para minimizar os impactos à população deslocou empregados administrativos para auxiliar nas operações.

A coordenadora do Procon Paraná Claudia Silvano orienta o consumidor para que evite problemas pela paralisação dos correios. Claudia Silvano ressalta que o consumidor deve procurar canais alternativos especialmente com os credores.

A nota dos correios ressalta ainda que a rede de atendimento está aberta em todo o país e os serviços, inclusive SEDEX e PAC, que continuam sendo postados e entregues em todos os municípios. Os serviços com hora marcada (SEDEX 10, SEDEX 12, SEDEX Hoje) estão com postagens temporariamente suspensas.

Para mais informações, os clientes podem entrar em contato pelo telefone 0800 725 0100.

Repórter Vanessa Fernandes