Foto: Colaboração

Após uma nova vistoria realizada na tarde desta sexta-feira (19), a Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi) autorizou o retorno dos moradores do prédio que teve uma explosão no final do mês passado, no bairro Água Verde.

De acordo com o coordenador da Cosedi, Marcelo Solera, a liberação foi feita após o condomínio realizar as obras solicitadas pela prefeitura.

Neste final de semana, puderam retornar ao prédio apenas os moradores do térreo até o quinto pavimento. Marcelo Solera explica que o sexto andar do prédio, onde ocorreu a explosão, segue interditado até que sejam concluídas as obras solicitadas pela Cosedi.

Além do sexto pavimento, seguem interditadas a área externa localizada na lateral direita do edifício e a área dos fundos, onde ficam duas vagas de estacionamento.

A explosão ocorreu dentro de um apartamento no dia 29 de junho, durante um serviço de impermeabilização de estofado. Uma criança de 11 anos morreu e três pessoas ficaram gravemente feridas. A polícia civil investiga o caso.

Repórter Karina Bernardi