Categorias: Curitiba JORNALISMO

Covid-19: 20% dos comércios fiscalizados foram interditados

De acordo com o último decreto municipal da Prefeitura de Curitiba, os serviços considerados não essenciais têm hora para abrir e hora para fechar durante a semana. Lojas de roupas e calçados, distribuidoras e lojas de eletrodomésticos, por exemplo, podem funcionar de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Além disso, lanchonetes e restaurantes, que são serviços de alimentação, devem abrir das 11h às 15h, durante o dia, e das 19h às 22h, no período da noite, mas muitos estabelecimentos descumprem essa determinação.

A CBN Curitiba esteve, nesta quinta-feira (25), na Praça Rui Barbosa, na região central da cidade, e constatou que lanchonetes, distribuidoras de doces e até salões de beleza estão abrindo muito antes do horário determinado, alguns, antes mesmo das 8h30.

Segundo a diretora do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Jussara Policeno, desde o início das fiscalizações, no dia 17 de março, até o último domingo, 20% dos locais fiscalizados foram interditados pelas equipes da prefeitura.

De acordo com Jussara Policeno, somente do início da semana até esta quinta-feira, foram fiscalizados 161 estabelecimentos e o índice de interdições foi de 35%.

Nesta quinta-feira, com o reforço das equipes nas ruas, a diretora de fiscalização da Secretaria Municipal de Urbanismo revelou que 25 estabelecimentos foram fechados.

Jussara Policeno ressalta que os comerciantes precisam cumprir as regras e a população precisa denunciar os locais que estão descumprindo as medidas. O número do atendimento da Prefeitura de Curitiba que recebe as denúncias é o 156.

Repórter William Bittar

Essa postagem foi modificada em 26 de junho de 2020 09:45

Compartilhar
Tags: comércio covid-19 Curitiba fiscalização fiscalização do comércio serviços não essenciais

Esse Aceite utiliza Cookies