Covid-19: RMC tem aumento de mais de 30% nos casos e mortes

Covid-19: RMC tem aumento de mais de 30% nos casos e mortes
Foto: Geraldo Bubniak/AEN

No período de um mês, os nove municípios da Região Metropolitana de Curitiba que são limítrofes com a capital paranaense registraram um aumento médio de 34% no número de casos confirmados e 32% no número de mortes causadas pelo novo coronavírus.

Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde entre os dias 06 de dezembro de 2020 e 06 de janeiro de 2021.

A cidade com o aumento mais significativo foi Campo Magro, com aumento de 59,54% no número de casos confirmados, passando de 687 casos em dezembro para 1112 casos confirmados nesta quarta-feira. Em relação ao número de mortes confirmadas, o aumento foi de 52,38%, passando de 21 para 32, no mesmo período.

A cidade que apresentou a menor porcentagem no aumento do número de casos foi Colombo, com 27,04%, passando de 5.472 para 6.952 casos confirmados. No entanto, as mortes passaram de 196 para 256, um aumento de 30,61%.

Em Almirante Tamandaré, o aumento foi de 29,74% no número de casos, passando de 2.898 para 3.760, e de 37% no número de mortes, passando de 66 para 91.

Já em Araucária, eram 7.587 casos em 06 de dezembro e chegaram a 10.383 nesta quarta-feira, um aumento de 32,27%. As mortes passaram de 98 para 120, neste período, um crescimento de 22,44%.

No município de Campo Largo, o número de casos passou de 5.161 para 6.924, um aumento de 34,26%. Em relação ao número de mortes pelo novo coronavírus, o aumento foi de 30,69%, passando de 101 para 132.

Em Fazenda Rio Grande, os casos confirmados da doença subiram 28,89% neste período, passando de 3.755 para 4.840. Já o número de mortes subiu em 34,48%, passando de 87 para 117.

Na cidade de Pinhais, o aumento foi de 27,30% nos casos confirmados e de 33,04% nas mortes em decorrência da Covid-19. Em dezembro, eram 5.339 casos e 115 mortes e nesta quarta-feira já foram confirmados 6.797 casos e 153 mortes desde o início da pandemia.

Em Piraquara, os casos cresceram 33,28%, passando de 4.017 para 5.354. Já o número de mortes passou de 107 para 132, um aumento de 23,36%.

Em em São José dos Pinhais, o número de casos passou de 7.746 para 10.703, neste período, com aumento de 38,17%. As mortes subiram 24,55%, passando de 224 para 279.

Nestas cidades as regras no funcionamento de comércios e serviços são diferentes do que as adotadas na capital paranaense. Enquanto Curitiba adotou neste período a bandeira laranja com fechamento do comércio, shoppings e supermercados aos domingos, na Região Metropolitana houve uma maior flexibilização nos serviços.

No mesmo período, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, Curitiba registrou aumento de 30,75% no número de casos, passando de 87.150 para 113.956, e de 25,21% no número de mortes pela Covid-19, passando de 1840 para 2.304 mortes.

Repórter William Bittar