Covid-19: municípios da RMC registram mais de 50% de aumento nos casos

Covid-19: municípios da RMC registram mais de 50% de aumento nos casos
Foto: Agência Brasil

Os municípios da Região Metropolitana que são limítrofes com a cidade de Curitiba, apresentaram uma evolução significativa de casos da Covid-19, em apenas um mês. Os dados são de um levantamento da CBN Curitiba feito a partir dos boletins da Covid-19 divulgados diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (Sesa).

O período considerado para o levantamento dos números é do dia 03 de novembro até esta quinta-feira, dia 3 de dezembro.


No Paraná mais de 291 mil pessoas já contraíram a Covid-19


A cidade de Araucária, por exemplo, que entre março e novembro, registrou 4.989 casos do novo coronavírus, agora já chega a 7.634 casos confirmados, um aumento de 53%.

Em São José dos Pinhais, foram 1.510 casos confirmados, passando de 5.096 em novembro, para 7.506, nesta quinta-feira, um aumento de mais de 47%.

Em Piraquara, foram 1.221 casos confirmados nos últimos 30 dias, passando de 2.631 para 3.852, crescimento de 46,40%.

Já em Campo Largo, até o dia 03 de novembro, eram 3.443 casos da Covid-19 e, nesta quinta-feira, chegou a 4.977, um aumento de 44,5%.

O mesmo crescimento de 44,5% é apresentado em Pinhais. Até o dia 03 de novembro, foram registrados 3.582 casos confirmados e, nesta quinta-feira (3), este número chegou a 5.177.

Na cidade de Almirante Tamandaré, foram 803 novos casos da doença, nos últimos 30 dias. O aumento foi de quase 40%, passando de 2.010 para 2.813 confirmações.

Em Fazenda Rio Grande, o crescimento foi de 35%, entre novembro e dezembro, passando de 2.655 para 3.592 casos confirmados do novo coronavírus.

No município de Colombo, foram registrados mais 1.299 casos no período de novembro a dezembro, passando de 4.088 para 5.387 confirmações, um aumento de 31,77%.

E em Campo Magro, foram 90 casos confirmados de Covid-19 nos últimos 30 dias, passando de 604 para 694, crescimento de quase 15%.

A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), deve sugerir, ainda nesta sexta-feira (4), que todos os municípios sigam o decreto estadual, divulgado nesta quinta-feira, que, além de manter o toque de recolher entre 23h e 5h, também proíbam reuniões com mais de 10 pessoas, a partir da próxima segunda-feira (7).

Repórter William Bittar