Foto: Divulgação/AEN

Foi instalada nesta terça-feira (4), a Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), que irá investigar os contratos envolvendo o governo do Estado e a empresa JMK.

Na reunião de instalação, foram escolhidos o presidente e o relator. O proponente da abertura da CPI, deputado Soldado Fruet (PROS), foi escolhido por unanimidade para presidir a comissão e o deputado delegado Jacovós (PR) ficou com a relatoria.

O presidente do legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB), disse que agora instalada, cabe à comissão convocar as pessoas envolvidas para iniciar os trabalhos.

A empresa JMK foi alvo da operação “Peça Chave” da Polícia Civil. De acordo com as investigações, a JMK falsificava e adulterava orçamentos de oficinas mecânicas aumentando o valor do serviço prestado e provocando superfaturamento.

O presidente da comissão, deputado soldado Fruet, destaca que o início dos trabalhos deve começar com a solicitação de documentos. Ele lembra que já havia pedido a instalação da CPI mesmo antes da deflagração da operação pela polícia civil.

A próxima reunião está marcada para terça-feira (11), às 11 horas da manhã. O prazo para a realização dos trabalhos é de 120 dias, podendo ser prorrogado por mais 60 dias.

Repórter Vanessa Fernandes