Foto: José Cruz/Agência Brasil
Terrazza Panorâmico

O indicador de intenção de consumo, divulgado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), cresceu 11,8% em novembro no Paraná, quando comparado ao mesmo mês do ano passado. O percentual também aumentou 2,7% com relação ao mês a outubro. O diretor de planejamento da Fecomércio, Rodrigo Rosalém, explica que o crescimento foi real, apesar de a época do ano ser favorável ao comércio.

O indicador paranaense ficou 21% acima do índice nacional, que foi de em 80,2 pontos em novembro, com aumento de 3% com relação a setembro, representando a maior variação mensal do índice desde março 2017. Na comparação com o mesmo período do ano passado o índice nacional cresceu 7,9%. Este é o primeiro resultado positivo desde em dois anos.

O perfil do paranaense mostra maior intenção para compra de bens duráveis, produtos de maior valor agregado, que na maioria das vezes requerem endividamento. Este elemento teve alta de 4,1% em relação ao mês anterior, atingindo quase o dobro de pontos do índice nacional (2,4%).

A Perspectiva de Consumo, um dos principais itens que compõem a Intenção de Consumo das Famílias, vem se mantendo em alta no Estado e apresentou aumento de 13,5% na comparação com outubro e de 40,9% na variação mensal.

Repórter Lucian Pichetti

Deixe uma mensagem