Cresce procura pelo serviço da Defensoria Pública na pandemia

Cresce procura pelo serviço da Defensoria Pública na pandemia
Prédio da Defensoria Pública em Curitiba. Foto: Defensoria Pública

Desde março, a Defensoria Pública do Paraná atua de forma remota para evitar a disseminação do coronavírus. Para continuar a prestação de serviços, foram criados canais de atendimento virtual, disponíveis no site do órgão.

Mesmo com a pandemia, aumentou a procura dos cidadãos pela Defensoria. Entre as principais atuações no período, estão as recomendações para que a Sanepar e a Copel não interrompessem o fornecimento de água e luz em caso de inadimplência e também as medidas tomadas para garantir o fornecimento de merenda para crianças e adolescentes, que não podem comparecer às aulas por conta da suspensão.

Para o governo do Paraná, a instituição encaminhou o repasse de 8 milhões de reais de seu fundo próprio (FUNDEP) ao Fundo Estadual de Saúde do Paraná, para auxiliar financeiramente nas medidas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

E para falar mais sobre o trabalho da Defensoria Pública, a CBN Curitiba conversou com o defensor público geral Eduardo Abraão. Ouça a entrevista: