Foto: Divulgação

A manhã de greve geral aqui em Curitiba começou com ônibus totalmente parados e bloqueios em importantes vias da cidade.

Um protesto de metalúrgicos está bloqueando parcialmente os dois sentidos da Avenida das Torres, que é a principal via de ligação entre quem está na capital paranaense e o Aeroporto Afonso Pena, que fica em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Para complicar ainda mais a situação, o aeroporto Afonso Pena ficou fechado para pousos e decolagens até às 7h34. O motivo foi o nevoeiro na região de São José dos Pinhais. Neste momento, o terminal funciona com restrição para pousos e opera por instrumentos para decolagens.

Também houve um protesto liderado por metalúrgicos na BR 277, que liga Curitiba a municípios da região metropolitana e também ao litoral do Paraná. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, em um contato inicial com os manifestantes a informação seria de que a intenção é manter o protesto até às 12h.

Em relação ao transporte coletivo, a Prefeitura de Curitiba chegou a pedir na Justiça a circulação de uma frota mínima de 80% em horários de pico e 70% nos demais horários. Esse pedido não foi atendido. Segundo o Sindicato das Empresas de ônibus, a Justiça atendeu o pedido parcialmente, determinando 50% no horário de pico e 40% nos demais horários. No entanto, até o momento, não há informação de circulação de ônibus aqui na capital e região. As canaletas foram liberadas para táxis. O cadastramento de vans e carros particulares não foi autorizado.

Outras categorias anunciaram adesão ao protesto de hoje aqui na capital paranaense, por exemplo trabalhadores da coleta de lixo, servidores municipais, entre outras.

Deixe uma mensagem