Foto: Pixabay

Do início do ano até agora, já foram recolhidos pela Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba 100 morcegos mortos. Os animais foram enviados para análises laboratoriais. Os exames confirmaram que, destes, seis estavam com o vírus da raiva, como explica Ana Paula Mafra Poleto, que é Coordenadora da Unidade de Vigilância de Zoonoses.

Em 2018, foram encaminhados para análises 295 morcegos mortos. Entre eles, 10 eram portadores do vírus da raiva. As autoridades de Saúde alertam que a doença está controlada na cidade, que não registra novos casos em humanos desde 1975, e em cães desde 1981. Por isto, é importante estar sempre em dia com a vacinação dos animais domésticos.

E se você encontrar um ou mais morcegos em qualquer situação atípica ou mesmo mortos, a recomendação é não entrar em contato com o animal. A remoção deve ser feita por profissionais especializados.

Repórter Marcelo Ricetti