Foto; Pixabay

Curitiba vai ganhar uma ambulância que passará a socorrer animais domésticos em situações de emergência. O veículo vai dar suporte ao Centro de Atendimento de Animais em Situação de Risco (CRAR). A licitação será feita pela prefeitura de Curitiba. Foi o prefeito Rafael Greca quem anunciou a novidade, na semana passada, em sua página no Facebook.

De acordo com ele, a novidade vai dar apoio veterinário e suporte às atividades do CRAR. O veículo de resgate e atendimento de emergências vai encaminhar os animais, em situação mais grave, aos hospitais veterinários das Universidades.

Ainda segundo a postagem do prefeito, o serviço deve entrar em operação nos próximos três meses.

De acordo com o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edson Evaristo, a intenção é de que, com a licitação, seja possível contratar um serviço próprio de atendimento em casos graves.

O CRAR funciona desde 2017. Hoje, ele fiscaliza casos de animais em situação de risco. O dono pode ser multado por maus-tratos.

Rede Animal

De 2017 até agora, a Rede de Desfesa e Proteção Animal já castrou mais de 26.000 cães e gatos, nos dois castramóveis e clínicas veterinárias credenciadas.

De acordo com Greca, em 2018, a prefeitura deu início às atividades de avaliação clínica e vacinação de cães e gatos, com a implantação do consultório móvel, em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) Ele percorre os bairros disponibilizando exames clínicos básicos, vacinação, administração de vermífugos, antipulgas, sarnicidas, atendimento de patologias de baixa complexidade, além de inscrição para castração. Esse serviço já possibilitou o atendimento de mais de 5.500 animais de comunidades em vulnerabilidade social e também os resgatados por protetores.

Repórter Lucian Pichetti