Foto: Divulgação/Grin
Terrazza Panorâmico

Verdes e amarelos. Os patinetes compartilhados tomaram conta de Curitiba. A novidade chegou, mas as empresas responsáveis não se preocuparam em orientar os usuários sobre como andar com eles.

De acordo com a superintendente da Setran, Rosangela Battistella, o mesmo acontece em outras cidades.

É comum se deparar com usuários de patinete que rodam pela contramão, em meio aos carros ou que quase atropelam os pedestres nas calçadas. Se ainda não há uma regulamentação, como fiscalizar os abusos?

Mas afinal, o patinete deve rodar na rua ou na calçada?

Enquanto os agentes da Superintendência Municipal de Trânsito intensificam a fiscalização educativa dos usuários, a regulamentação do meio de transporte ganha forma em Curitiba. Já há propostas em estudo.

De acordo com a superintendente da Setran, a velocidade e a idade mínima para o uso dos patinetes são alguns dos pontos que estão na mira da regulamentação. Há também uma proposta para que os veículos compartilhados complementem o transporte público.

Repórter Lucian Pichetti