Foto: Daniel Castellano / SMCS

A escolha de Curitiba foi anunciada por representantes do Itamaraty, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, em reunião com o prefeito Rafael Greca, no fim da última semana.

O evento será no Memorial da Cidade e no Salão de Atos do Parque Barigui nos dias 12, 13 e 14 de março. Estarão reunidos vice-ministros de relações internacionais dos países que compõem o grupo para discussão de assuntos relacionados a comércio e cooperação mútua.

As negociações para Curitiba sediar o encontro do BRICS começaram em 2018, quando a cidade se candidatou oficialmente.

O economista e colunista da CBn, José Pio Martins, disse que o interesse comum entre os países do bloco é exclusivamente comercial. O objetivo seria traçar estratégias para otimizar o volume de exportações, o que obviamente trará reflexos na produtividade interna

A forma como Curitiba trata questões relacionadas à gestão municipal e a atenção à inovação foram decisivas para a escolha da cidade para sediar a reunião O encontro será realizado em data próxima ao Smart City Expo 2019, maior evento de cidades inteligentes do mundo, que pela segunda vez é sediado em Curitiba.

Repórter Fábio Buchmann