Curitiba volta para bandeira laranja; veja o que muda

Curitiba volta para bandeira laranja; veja o que muda
Facebook: Prefeitura de Curitiba

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou no fim da tarde desta sexta-feira (04) que mudou a classificação da cidade em relação às medidas de prevenção à Covid-19. Devido ao aumento na taxa de transmissão da doença, observado nos últimos dias, Curitiba volta ao alerta laranja de prevenção.

Outro fator que levou à mudança na bandeira foi o aumento de casos ativos da doença na cidade, que em uma semana teve aumento de mais de 700 casos após o último fim de semana de sol segundo a secretária da saúde Márcia Huçulak.

De acordo com a nova classificação, vários serviços devem deixar de funcionar ou terão horários reduzidos.

O comércio de rua poderá abrir apenas das 10h às 20h, de segunda-feira a sexta-feira e nos finais de semana somente nos sistemas delivery e e-commerce. Já os shoppings poderão funcionar entre 12h e 22h em dias de semana. Aos finais de semana somente as atividades de e-commerce e delivery são autorizadas.

Os supermercados estão autorizados a funcionar sem restrição de horário de segunda-feira a sábado, mas não podem abrir aos domingos.

Restaurantes e lanchonetes podem funcionar de segunda-feira a sábado, até as 22 horas, com atendimento presencial. Após este horário e aos domingos, apenas no sistema delivery e drive-thru. Bares estão proibidos de funcionar em qualquer dia.

Feiras livres e de artesanato podem funcionar de segunda a sábado.

Prestação de serviços não essenciais (como salões de beleza, barbearias, academias de ginástica e banho, tosa e estética de animais) não têm restrição de horário, mas não podem abrir aos domingos.

Comércio de produtos e alimentos para animais pode funcionar de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, sendo no domingo permitido atendimento de delivery e drive-thru.

Comércio varejista de hortifrutis, quitandas, mercearias, distribuidoras de bebidas, peixarias e açougues podem abrir de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, com proibição de funcionamento aos domingos.

Lojas de material de construção são consideradas serviço essencial e podem funcionar de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário. Aos domingos, podem funcionar nas modalidades delivery e drive-thru;

Concessionárias de veículos em geral: de segunda-feira a sábado, sem restrição de horário, com proibição de funcionamento aos domingos;

O funcionamento dos parques e praças fica condicionado ao cumprimento de protocolo específico, conforme determinado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Nos parques abertos, fica permitida exclusivamente a prática de atividades físicas individuais, com uso de máscaras e distanciamento mínimo da pessoa da frente de 4 (quatro) metros para caminhada, de 10 (dez) metros para corrida e de 20 (vinte) metros para bicicleta. Os parques que estão abertos são: Tingui, Barigui, Barreirinha, Tropeiros, Guairacá, Mairi, Cambuí, Mané Guarrincha, Yberê, Lago Azul, Atuba, Passaúna, Tanguá, Bacacheri, São Lourenço e Náutico.

Os hotéis, resorts, pousadas e hostels devem operar com no máximo de 50% de sua capacidade. Assim como Callcenter e telemarketing que podem funcionar a partir das 9h (exceto os vinculados a serviços de saúde ou home-office, que podem funcionar com capacidade normal).

As medidas mais restritivas começam a valer na próxima segunda-feira (7), e terão validade de 14 dias.