Foto: Divulgação IAP

A colheita e comercialização do pinhão está liberada no Paraná desde 1º de abril. A regulamentação proíbe, em qualquer data, o consumo e venda das sementes verdes, quando o pinhão apresenta cor esbranquiçada e alto teor de umidade. Nesse estado, as pinhas podem conter fungos e ser prejudiciais à saúde.

Só que nestes primeiros dias de venda, muitos consumidores têm encontrado sementes com qualidade ruim. O professor da UFPR Flávio Zanette, especialista em araucária, explica o motivo.

De acordo com o professor, a colheita e a comercialização do pinhão foram antecipadas. Há três anos, por exemplo, ocorria a partir do dia 15 de abril.

Preste atenção nas dicas do professor Zanette para não levar pinhão verde para casa.

Denúncias sobre a venda irregular de pinhão e demais infrações ambientais podem ser feitas no site do IAP  ou diretamente nos escritórios regionais do órgão ou na Polícia Ambiental.

Repórter Lucian Pichetti

Deixe uma mensagem