Foto: Sinepe
Terrazza Panorâmico

Após a divulgação dos resultados dos vestibulares das principais universidades e faculdades, o início do ano letivo é o momento para que os estudantes que ainda não conquistaram a tão sonhada vaga no ensino superior saiam em busca da conquista desse sonho. Os cursinho sempre estão cheios, mas também tem altas mensalidades, impedindo estudantes de baixa renda de fazerem.

Em Curitiba, estudantes de escolas públicas e comunidades de baixa renda tem a chance de fazer um cursinho pré-vestibular sem pagar mensalidades e com o foco de estudos voltado à aprovação na Universidade Federal do Paraná e no ENEM, como conta o presidente da ONG Victor Bueno.

O Vai Cair Na Prova é a ONG que mantém o cursinho há cinco anos.

O curso tem turmas reduzidas com no máximo 55 alunos, o que tem propiciado um número maior de aprovações.

Neste ano, o curso passa a oferecer 310 vagas, sendo 200 na sede Santa Felicidade, que funciona no Colégio Estadual Professor Francisco Zardo e 110 na sede Tarumã, que atende no Colégio Estadual Paulo Leminski. O curso aceita alunos a partir do 2° ano do ensino médio e sem limite de idade.

Uma novidade nesse ano é a montagem de uma turma com alunos acima de 25 anos, que já estão afastados a um bom tempo dos estudos e estão em busca da tão sonhada vaga na universidade. De acordo com Victor Buneo, a ideia é atingir pais, mães, avós, avôs.

Essa turma, para alunos acima de 25 anos será exclusiva na sede de Santa Felicidade.

Para entrar no curso o alunos precisa passar por um processo seletivo, composto de prova e entrevista com a coordenação do curso. As inscrições seguem até o dia 6 de fevereiro. O site da ONG é

www.cursovaicairnaprova.com.br, e o email cursovaicairnaprova@gmail.com,  locais onde é possível obter informações a respeito desta oportunidade.

Repórter Vanessa Fernandes