Foto: CMC
Terrazza Panorâmico

Dalton Borba substitui Professor Matsuda, que teve o mandato cassado por suposto abandono de partido, o PDT no caso. Foi Borba quem questionou no TRE-PR o fato de a vaga ter sido ocupada por Matsuda, com o argumento que o parlamentar passou um período de tempo desfiliado da legenda e que ele seria o suplente legítimo do PDT.

Matsuda era filiado ao PDT, mas nas últimas eleições ele se filou ao PPL e tentou uma vaga de deputado estadual. Matsuda não foi eleito e se refiliou ao PDT em 22 de Novembro, logo após o segundo turno das eleições do ano passado.

No entanto, alguns entenderam que ele teria abandonado o partido, já que não somou votos para o PDT nas eleições de 2018. Professor Matsuda ainda pode recorrer da decisão.

Dalton Borba assume o primeiro mandato, e fez uma projeção da própria atuação na Casa.

Dalton Borba disse ainda que o posicionamento dele com relação ao apoio ou oposição ao prefeito Rafael Greca vai ser definido com o tempo. No entanto ele disse que não será uma postura radical, de polarização

No fim de março, o primeiro suplente do PDT, Jonny Stica, que havia assumido a vaga deixada por Goura, eleito deputado estadual, pediu licença para integrar o quadro da Fomento Paraná no governo do Estado.

Segundo suplente do PDT, Matsuda somou 3855 votos e tomou posse em 3 de abril. Dalton Borba chegou perto, conquistando 3.832 votos nas últimas eleições municipais.

Repórter Fábio Buchmann