Foto: Reprodução/SMCS

Arte e história sobre rodas: essa é a proposta do Ônibus Museu. O veículo antigo utilizado no transporte coletivo foi transformado em uma unidade cultural moderna e interativa. Obras de artes reais e reproduções fazem parte do acervo do museu móvel.

No local, estão artefatos indígenas, fotografias, mapas antigos e obras de artistas curitibanos como Poty Lazzarotto.

Na parte externa, duas caixas de areia fixadas à carroceria reproduzem canteiros de escavações paleontológicas e arqueológicas, conforme explica a coordenadora do projeto, Lucia Casilo Malucelli, diretora do Solar do Rosário.

O espaço conta com 14 estações, equipadas com painéis, projetores, telas sensíveis ao toque, jogos de montar, tablets e óculos de realidade virtual, que levam o usuário para conhecer três museus do mundo.

O ônibus vai passar pelas escolas municipais de Curitiba. O conteúdo dele aborda três temas: história, paisagem urbana de Curitiba e museologia. Um mapa mostra exatamente o ponto da cidade em que ele está estacionado.  

Para o prefeito Rafael Greca, a educação e a cultura são fortes armas contra a criminalidade. Por isso, a importância do Ônibus Museu.

O Ônibus Museu é um projeto do Solar do Rosário com apoio da Prefeitura de Curitiba, realizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura com patrocínio do Instituto Joel Malucelli.

Repórter Francielly Azevedo