Foto: Sandro Nascimento/Alep

Reiniciam nesta segunda-feira (5) os trabalhos na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), e na pauta de votações está o projeto de lei de autoria do governo do Estado que concede reajuste aos servidores públicos estaduais.

De acordo com o líder do governo no legislativo, deputado Hussein Bakri (PSD), o compromisso assumido com os servidores foi a concessão do reajuste em janeiro de 2020. Bakri acredita que o plenário aprovará o projeto com a maior celeridade possível.

Bakri ressalta ainda que no segundo semestre iniciam as discussões e votação da segunda fase da reforma administrativa do Estado. Nesta fase serão tratadas da fusão de secretarias, autarquias e empresas públicas. Segundo o líder do governo, as fusões pretendem trazer além da economia, maior eficiência ao serviço público estadual.

Outro projeto que chega a pauta de votações neste segundo semestre, que embora não seja de autoria do governo do Estado e foi lembrado pelo líder do governo Hussein Bakri pela polêmica que já causou em plenário, é o Escola Sem Partido.

Com o objetivo de conter incêndios e quedas na rede de energia elétrica, entra em votação neste segundo semestre, projeto de lei de autoria do líder do governo Hussein Bakri que estabelece limites ao plantio de árvores exóticas nas proximidades das redes de transmissão.

Outro projeto, do governo do Estado que deve ser precedido de audiências públicas antes da votação em plenário, é o que trata da reforma tributária estadual. Neste sentido serão promovidas audiências com o setor produtivo industrial, para apresentação do projeto que pretende alterar aspectos da restituição, isenção e incentivos fiscais no Paraná.

Repórter Vanessa Fernandes