Foto: Reprodução/EBC
Terrazza Panorâmico

O Detran Paraná publicou, nesta quarta-feira (16), uma portaria que cria um sistema logístico mais eficiente para atender a demanda de emplacamento das placas do Mercosul em veículos registrados no Paraná. A nova determinação autoriza o estampador a vincular a placa nos veículos em pátios de empresas, concessionárias e revendedores, ou fabricantes e montadoras de veículos, após o devido registro e licenciamento.

O novo sistema de placa de identificação no padrão Mercosul é uma determinação do Governo Federal e já foi adotado no Paraná. As fabricantes e estampadoras de placas precisam se credenciar junto ao Denatran, Departamento Nacional de Trânsito, e fazerem um recadastramento no Detran para serem autorizadas a fabricar e estampar as placas. Até então, as fabricantes só precisavam ser cadastradas no órgão estadual. Segundo o diretor-geral do Detran, coronel Cesar Kogut, o número de empresas que realizam esse serviço ainda é reduzido por ser um sistema novo e com mais especificações. Ele destacou que alguns municípios ainda não possuem empresas estampadoras credenciadas, o que será facilitado pelo deslocamento dos funcionários.

No modelo anterior, as placas possuíam um lacre, que foi substituído pelo QR Code, além de outros itens de segurança. Com a extinção do lacre, somente as empresas estampadoras de placas têm autorização para realizar a vinculação da placa nos veículos.

Repórter Lucian Pichetti