Terrazza Panorâmico

A Lei que implanta no Paraná o Dia de Combate ao Feminicídio foi sancionada pelo governador Ratinho Júnior.

O projeto é de autoria da deputada estadual Cristina Silvestri (PPS) e foi aprovado em plenário, na Assembleia Legislativa.

A data escolhida é 22 de julho, dia da morte de Tatiane Spitzner, em Guarapuava, na região central do Estado, no ano passado.

O crime, cometido pelo marido da advogada, Luís Felipe Manvailer, que vai a júri popular por homicídio qualificado e fraude processual, estimulou o debate sobre a violência contra a mulher, no Brasil e no exterior.

Com a aprovação do projeto de lei, a deputada mobiliza lideranças de todos os municípios paranaenses para que elas sincronizem ações de conscientização, em 22 de julho.

Repórter Marcelo Ricetti