Foto: Divulgação Hemepar/SESA

Neste domingo (25) é Dia Nacional do Doador de Sangue. Por mês, o hemorrede recebe 17 mil candidatos à doação e, segundo a Secretaria da Saúde do Paraná, 14 mil estão aptos a doar sangue.  O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) é responsável pelo abastecimento de quase 90% do estoque de sangue da rede pública. São 384 hospitais cadastrados que necessitam de 14 a 15 mil bolsas de sangue por mês, cerca de 700 a 800 por dia.

Em 2017, foram coletadas 188.266 bolsas, um crescimento de 6% relacionado ao ano anterior.

O diretor do Hemepar, Paulo Hatschbach, destaca a importância da doação, já que uma bolsa de sangue pode salvar a vida de até quatro pessoas.

Para ser um doador de sangue, é só procurar uma das unidades de coleta no Paraná. É necessário estar em boas condições de saúde. Ter entre 16 e 67 anos (menor de idade deve estar acompanhado do responsável legal). Pesar no mínimo 50 quilos e estar descansado e alimentado.

O doador é cadastrado, responde a um questionário e passa por uma triagem clínica para verificar se a pessoa possui os requisitos. Também é feito um exame rápido para constatar a presença de anemia.

Em cada coleta, são retirados cerca de 450 ml de sangue. Homens podem doar a cada 60 dias, com um máximo de quatro doações a cada 12 meses. Já mulheres podem doar a cada 90 dias, sendo no máximo três doações no período de 12 meses.

Repórter Francielly Azevedo com informações da AEN