Categorias: CBN DESTAQUE JORNALISMO Paraná

Dono de loja é preso por vender carros e não repassar valor

O dono de uma loja de veículos, no bairro Batel, em Curitiba, foi preso pela Polícia Civil suspeito de induzir pessoas a realizar transferências dos veículos e não repassar o valor da venda. Ele já teria causado um prejuízo de mais de R$ 870 mil às vítimas.

Segundo a polícia, as vítimas relataram que foram abordadas por funcionários da loja pelas redes sociais e que a pessoa que entrava em contato com elas afirmava ter um comprador interessado no veículo. Após isso, solicitava que o carro fosse levado à loja para realização de vistoria e posteriormente mostrado para o possível comprador.

Nesse momento as vítimas seriam induzidas a assinar contrato de intermediação de venda do veículo e procuração para transferência. Elas alegaram ainda ter recebido um valor simbólico como sinal e a promessa de que o restante do valor seria pago em 15 dias, entretanto todas relataram que isso não ocorreu.

De acordo com a delegada Daniela Antunes Andrade, do 3ª Distrito Policial de Curitiba, responsável pela investigação, 23 vítimas já relataram o golpe.

Ainda conforme as investigações, a loja foi inaugurada em julho de 2020. No entanto, o proprietário já havia fechado o estabelecimento e não foi encontrado nos endereços investigados. Ele foi preso ao retornar para Curitiba, nesta semana.

Os veículos das vítimas foram bloqueados administrativamente junto ao Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), para evitar novas transferências e que outras pessoas sejam envolvidas no crime.

O proprietário da loja foi indiciado por estelionato.

Repórter William Bittar


Grupo é preso por uso de documento falso na compra de carros

Essa postagem foi modificada em 22 de janeiro de 2021 12:10

Compartilhar
Tags: Polícia Civil carros compra de veículos estelionato golpe veículos

Esse Aceite utiliza Cookies