Foto: Divulgação / Polícia Civil
Terrazza Panorâmico

A denúncia foi recebida por e-mail. A partir dela, a Polícia Civil cumpriu, nesta terça-feira (02), dois de três mandados de busca e apreensão, que foram expedidos pelo poder Judiciário. Foram presos dois homens; um de 19 anos e outro, de 34. E apreendidos, em Curitiba e Campina Grande do Sul, equipamentos, insumos para a produção e uma quantidade significativa da substância MDMA, conhecida como ecstasy. O delegado Rodrigo Brown, do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), falou sobre o andamento das investigações, da denúncia até a apreensão.

Segundo a Polícia Civil, no bairro Xaxim, em Curitiba, funcionava um local de distribuição de drogas sintéticas. Já em Campina Grande do Sul, foram localizados dois grandes centros, com a função de laboratório, para a produção das substâncias.

Além do ecstasy, alguns tipos de maconha, como o skank, foram apreendidos. O delegado responsável pelo caso estima que, ao todo, as drogas somem um valor milionário.

Com colaboração de Johan Gaissler, repórter Marcelo Ricetti.